Sevencode coloca EP e dois singles nas plataformas digitais

Sevencode coloca EP e dois singles nas plataformas digitais

Projeto do produtor X Obze (A Última Theoria) e Meinside ressalta o peso do metal alternativo e da música industrial, com letras em inglês.

A banda de metal alternativo/industrial Sevencode, duo formado por X Obze (A Última Theoria e Caxão Produtora) e Meinside (maquiadora de efeitos especiais da Caxão Produtora), disponibiliza três materiais de uma só vez nas plataformas digitais: o EP Climax e os singles E-Tears e (In) Sanity.

Os lançamentos acontecem por meio da Canil Records.

Sevencode é um projeto que reúne referências do pop, industrial e hip hop junto ao peso das guitarras graves e a sonoridade do metal pesado.

O duo usa afinações baixas e riffs pesados, faz uso do vocal feminino e em diversos momentos cria uma atmosfera melancólica. As letras são em inglês, que relatam de uma forma mística a luta do ser humano para viver diversas realidades no dia a dia.

(In) Sanity

A atual música de trabalho é (In) Sanity. O single carrega uma mensagem de autocontrole e resistência frente às tantas situações e adversidades impostas no cotidiano.

“Apesar de termos escolhas em nossas ações, estamos presos a repetições e padrões que certas vezes, se enxergados, podem nos ajudar ou nos destruir. Nossa saída? Aceitar a realidade de que somos escravos de coisas que nos tiram da insana realidade”, aponta a Sevencode.

E-tears

O single contou com estreia nacional no programa Autoral Brasil Kiss FM.

A famosa série Black Mirror é o conceito desta música, que trata sobre energia emocional depositada em relações e dependências digitais, todo sofrimento e sentimento ruim que é depositado em frente à tela de um dispositivo móvel.

“Às vezes nos diminuímos e sofremos por uma realidade que nem conhecemos no mundo real, tudo noticiado da melhor maneira, nas melhores fotos, melhores formas de falar, e deixamos nossa lágrima digital sofrendo por um mundo não real, ignorando o verdadeiro apocalipse que vivemos enquanto isso”, enfatiza o duo.

EP Clímax

O registro foi oficialmente lançado em agosto do ano passado. O EP narra a luta interna de uma pessoa que assiste os últimos dias da Terra em casa, cada faixa é um acontecimento no dia da catástrofe.

A monotonia de sentir-se preso em uma jaula vibracional e sistêmica é relatada na faixa ‘Biohazard Days ‘, que também é um resumo sobre o momento difícil de lidar com a existência em meio a uma pandemia.Já na faixa ‘Tiger Eye’ é relatado a necessidade do homem em buscar força e acreditar que tudo acontece como tem que acontecer e todo momento ruim é perecível.

Apesar do tom melancólico, Clímax traz uma reflexão realista de esperança.

Na última faixa, ‘Hereafter’, Sevencode encerra com um pertinente questionamento. “Afinal, ainda estamos aqui e isso tem um propósito maior, vamos ser maiores depois de tudo!”.

Sevencode nas redes sociais

facebook.com/sevencodemusic

instagram.com/sevencodemusic

Tchaina Bass

Tchaina Bass

Atua como baixista das bandas: Capa Preta Rock, Exclusão Social e Ligante Anfetamínico. Fundou o Selo Sub_Discos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

nove − 5 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.