Especial de 14 anos da Putz EP12 | Mumu Vera loca e El Negro

Especial de 14 anos da Putz EP12 | Mumu Vera loca e El Negro

A Rádio Putzgrila completou 14 anos em setembro, e pra comemorar preparamos um final de semana cheio de entrevistas com músicos, comunicadores, produtores e agitadores culturais.

Retomando as transcrições das entrevistas de aniversário. O 12º entrevistado foi Filipe Bortholuzzi, o Mumu, baixista da Vera Loca e guitarrista/vocalista da El Negro.

Como estão as coisas?

“O Panamá é como se fosse uma terceira banda minha, tá tudo legal. Embora seja uma coisa catastrófica o que estamos vivendo, estamos nos saindo bem. Na Vera fizemos várias lives legais, como a do Grêmio, a Vera sempre se agilizou rápido, teve várias ideias em momentos difíceis, testamos essa capacidade de renovação. Já sobre El negro, baixamos a cabeça e realizamos uma série de gravações, sabendo que não teria shows, gravamos quase um disco, já saiu a música O Último Sol. Gravamos umas 15 músicas para lançar uma agora, 08 de outubro de 2020, com a capa do Julico da The Baggios. A banda El Negro, agora está em dupla eu (Mumu) e o baterista  Leandro Schirmer. Continuamos com o núcleo inicial improvisando e testando coisas. Confira o novo single:

Sobre o disco novo do El Negro: “É um grande laboratório, queríamos testar uns timbres, sonoridades diferentes, mesclando equipamento analógico com virtual, rolo, pedal… durante a pandemia arrumei varias coisas que não estava usando. A musicalidade do El Negro foi para um lado que a gente juntou várias coisas, groove, timbres, afinações que pegamos em palco aberto (como abrindo para o Foster the People) influências do Rivals Sons, do Led Zeppelin, e tem a parte pesada da banda que deu uma renovada. Tem um som que vamos lançar que é bem pesada que se chama Cavalo e que fala do livro do W. H. Auden, com Influência do Them Crooked Vultures, com riff, batera pesada, som venenoso. Como tem 15 músicas tem coisas que ficaram fora, como uma música que fiz antes da pandemia em inglês pro meu gato. Tinha uma com influência do Sepultura. Ainda sobre referências.. “Tava escutando o Carca (Babasônicos), Estamos buscando coisas diferentes, não perdemos certas facetas da banda, lep steel, do groove, do som pesado, da estrada, dos escritores Beatniks, tem várias coisas que influenciam o El Negro, como cineastas com David Lynch. Esse single que vai sair agora, O último Sol, sairá pelo selo Toca discos da toca do bandido, o El Negro vai seguir circulando por todos lugares.

Se tivesse que apresentar o rock pra alguém que música seria?

I Got Lost When I Found You do Ron Wood e um disco seria Please Please Me dos Beatles

Se tivesse que levar um disco para Marte, qual seria?

Now Look álbum de Ron Wood

O que estavas fazendo em 2006?

“A gente estava escutando um disco do Richard Ashcroft (The Verve) que é de 2006. Nesse ano estava morando com a Vera Loca todo mundo em uma casa, lançando o segundo disco, ensaiando de manhã e fazendo churrasco nas madrugadas, foi um período de muito aprendizado, tudo aconteceu muito rápido. Lembro dessa fase que estávamos morando junto.”

O que pretendes estar fazendo em 2034?

“Espero ter evoluído muito como pessoa, estar perto dos meus filhos, esse ano foi um grande aprendizado, com essa pausa do mundo. Quero estar buscando coisas antigas, como uma guitarra, como tocavam antigamente, vou estar procurando alguma novidade que não seja só por ser novidade. Não vou mudar tanto, pretendo estar mais na paz.”

Confira a entrevista na íntegra, feita por Pedro Fonseca no dia 19 de Setembro de 2020 a partir 44:00 minutos e no seguinte link

Rádio Putzgrila

Rádio Putzgrila

A Putzgrila é um veículo de rock consolidado na internet, com mais de 14 anos de programação ao vivo, transmissões de festivais, notícias, lançamentos e cobertura de shows nacionais e internacionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × três =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.