Dalila no Caos, banda seminal do rock paraibano neste século, chega aos streamings

Dalila no Caos, banda seminal do rock paraibano neste século, chega aos streamings

A banda Dalila no Caos surgiu na cidade de João Pessoa, com o intuito de criar uma sonoridade própria que mesclasse elementos de rock progressivo, experimental e grunge. Em 2005, com sua formação estabilizada, sendo composta por Felipe Augusto Gouveia (guitarra e vocal), Daniel Ennes Jesi (baixo), Leonardo Marinho (guitarra) e Ruy Oliveira (bateria), o Dalila no Caos gravou seu primeiro e único trabalho, o EP Comprimido. O projeto chamou a atenção com suas apresentações viscerais e é importante para o rock paraibano deste século porque foi dele que saíram os integrantes de bandas como a instrumental Burro Morto, Dalva Suada, entre outras. Além das mais recentes e ativas: Rieg e Glue Trip. Hoje em dia, três dos integrantes ainda estão inseridos na cena musical da Paraíba, desenvolvendo vários projetos diferentes ao Dalila, mas sem perder a essência do caos sonoro trazido pela banda.

Sobre o EP “Comprimido”: Constituído por três faixas rápidas, o trabalho mostrava um pouco o mix de influências apresentadas pelo grupo, com músicas que remetem ao rock alternativo/psicodélico e experimentações sonoras que ao vivo se transformavam para além do caos gravado. As letras compostas pelo Felipe oferecem crônicas ácidas de uma visão de mundo subversiva, na capital paraibana do inicio deste século. O EP foi gravado e mixado entre dezembro de 2005 e janeiro de 2006. A capa do EP, que foi lançado fisicamente de forma independente no começo de 2006, foi feita por Leonardo Marinho e o designer Felipe Spencer. O EP está disponivel pra download gratuito no bandcamp do selo.

Rádio Putzgrila

Rádio Putzgrila

A Putzgrila é um veículo de rock consolidado na internet, com mais de 14 anos de programação ao vivo, transmissões de festivais, notícias, lançamentos e cobertura de shows nacionais e internacionais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 × dois =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.