Codiban: conheça algumas histórias do underground de Curitiba

Codiban: conheça algumas histórias do underground de Curitiba

Codiban: Pioneira Companhia Divulgadora de Bandas Alternativas Confirma a retomada do Festival  “Pé Sujo”

Após confirmar a retoma dos serviços oferecidos pela Codiban, seu fundador Flávio Fardado, também confirma o ressurgimento do festival “Pé Sujo”, que entre os anos 90 e 2000, foi o principal fomentador da cena curitibana em promover eventos onde a visibilidade e oportunidade para bandas locais e autorais de vários estilos do Rock e Metal, eram um dos principais pilares para ganhar visibilidade perante os fãs do estilo.


Tudo começa no início dos anos 90, o movimento Grunge chega nas cidades brasileiras, e não é diferente  em Curitiba, ficamos conhecidos como o celeiro brasileiro de bandas por um período até meados de 1997, chegando ao meio da década de 90, aparição de Green Day e o aniversário de 20 anos do punk rock e a volta do Sex Pistols em 1996, deu mais uma reviravolta na cidade, bandas começaram ou nunca pararam de pipocar pelas garagens dos bairros de toda a cidade, de diversos estilos. 

Em uma conversa entre amigos no Linos Bar, reduto cultural da capital e berço de muitas bandas da cidade, como ponto de encontro para os primeiros shows de bandas autorais roqueiras.

Surgiu a ideia de realizarmos um Festival, e esse evento teria que abrigar os estilos bastardos que não tinham

 espaço para apresentar suas músicas, já tínhamos um público segmentado, mas também diversificado, entre o punk rock ao hard core, psychobilly ao metal.Terminamos aquela conversa no bar, mais reparamos que todos estavam com os coturnos sujos, e daí saiu a idéia do Festival Pé Sujo.(Risos a parte)-A verdade é que ninguém quis assumir o cheiro de chulé que subiu à mesa.
Em 1997 começa as inscrições para o Festival Pé Sujo, sua Primeira edição fica no próximo ano(1998) nos respectivos meses de Junho e Julho, dividido em 08 domingos com apresentação com 32 bandas.
Com a realização da Primeira edição, foi um Sucesso, no ano de 1999 tínhamos mais de 70 bandas cadastradas e listadas em seus respectivos estilos, para tocar nos bares da cidade e nesse momento tbm tínhamos locais para tocar, ou seja fechamos o milênio com 5 bares no total para apresentações. ,Começamos  o ano de 2000 com shows de Quartas a Domingos, o público tinha aumentado, mas nem tudo é alegria. Tivemos a Baixa(Rip) na equipe, o Amigo Mário Augusto Cesar(Marião), nos deixa, mais tbm deixa seu legado artístico Criando o Palhaço CODIBAN – Logomarca que simboliza uma mistura de um Ser de um Sub Mundo Artístico com a fusão de extraterreno que surge das entranhas dos nossos pensamentos.

Demos continuidade ao Festival Pé Sujo até o ano de 2007 chegando em sua Sétima edição, deixamos um legado engavetado como um tesouro guardado em uma caixa preta, onde estamos reabrindo agora no Primeiro semestre de 2021.


Verificamos a carência que começou nas décadas de 2010 para cá, estávamos nos sentindo amarrados ou algemados, sem chances de respirar e surgiu uma vontade imensa de Co-Criar o que já estava feito e pronto, era apenas lapidar e limpar o canteiro e lavar as botas, pois ainda o Pé continuava Sujo, muitas bandas acabaram mas tbm muitos heróis da resistência deram continuidade em diversos outros Festivais e desenvolveram muitos shows de diversos segmentos do meio Rock.

Com as  mudanças que tivemos bruscamente nos últimos anos, sentimos a necessidade de voltar a produção musical com outra roupagem, estamos voltando com algumas bandas que já estão prontas para uma divulgação maior e diferenciada. Nosso objetivo atual é divulgar as bandas participantes da Codiban.
Temos já alguns grupos convidados como: U Just, Os Misantropos, MalKriados, Live Transmission, Candy Man Club entre outras. 


Dessa vez para a Ressurreição do CODIBAN estamos nos organizando para oferecer um trabalho de divulgação a nível nacional. 
Nessa nova fase não existe inscrição as bandas podem enviar seus materiais para o Produtor Musical Flavio Fernandes de Oliveira (FARDADO). 
Que mantém uma Comunidade de divulgação independente e um estilo único de trabalho de base de guerra funcional, com parceria com a Roadie Metal, A Voz do Rock  e canais especializados na divulgação do segmento musical.
CODIBAN Curitiba – Pr – Br
Flavio Fernandes de Oliveira (Fardado)

Tchaina Bass

Tchaina Bass

Atua como baixista das bandas: Capa Preta Rock, Exclusão Social e Ligante Anfetamínico. Fundou o Selo Sub_Discos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − dez =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.