Vendas de discos de vinil superam as de CDs em 34 anos

Vendas de discos de vinil superam as de CDs em 34 anos

Relatório mais recente da RIAA também diz que a receita com streaming de músicas aumentou em 2020

As vendas de discos de vinil superaram as de CDs nos Estados Unidos pela primeira vez desde 1986, de acordo com o relatório mais recente da RIAA (Recording Industry Association of America). Segundo o relatório, as pessoas gastaram US$ 232,1 milhões em LPs e EPs no primeiro semestre de 2020, superando os US$ 129,9 milhões gastos em CDs.

O vinil foi a maneira mais popular como as pessoas ouviram música durante os anos 1970 e os anos 1980, década em que ele começou a dar lugar a fitas K7 — seguidas depois por CDs e formatos digitais. Cada novo formato era mais conveniente do que o último e suprimiu o interesse nos discos de vinil.

Mesmo assim, as vendas de vinil têm aumentado desde 2005. Os fãs de música valorizam o som com maior fidelidade produzido por tocadores de vinil (as conhecidas vitrolas) e seus discos, o que contrasta com os arquivos compactados oferecidos pela maioria dos serviços digitais. O LP mais vendido nos Estados Unidos no ano passado foi “Abbey Road”, da banda The Beatles.

MESMO COM AUMENTO EM SUA PROCURA NOS ÚLTIMOS ANOS, O VINIL E TODAS AS MÍDIAS FÍSICAS SÃO CADA VEZ MAIS PRODUTOS DE NICHO. O STREAMING REPRESENTOU 85% DA RECEITA NO MERCADO MUSICAL NO PRIMEIRO SEMESTRE, SEGUNDO A RIAA.

 

Vendas de discos de vinil superam as de CDs pela primeira vez em 34 anos
Reprodução/RIAA

No geral, as vendas de mídias físicas, o que inclui CDs e discos de vinil, caíram 23% em 2020 por causa da pandemia de Coronavírus (COVID-19), já que isso reduziu drasticamente o número de clientes procurando por discos nas lojas. Mesmo com aumento em sua procura nos últimos anos, o vinil e todas as mídias físicas são cada vez mais produtos de nicho. O streaming representou 85% da receita no mercado musical no primeiro semestre, segundo a RIAA.


Reprodução/Getty Images

O relatório também menciona que as receitas totais do primeiro semestre de 2020 com música gravada aumentaram 5,6% nos Estados Unidos, para US$ 5,7 bilhões. As assinaturas pagas de streaming continuaram a impulsionar o crescimento à medida que o número de assinaturas pagas aumentou 24%, para mais de 72 milhões em média, aumentando as receitas de streaming para o primeiro semestre de 2020 em 14% em relação ao primeiro semestre de 2019.

O relatório da RIAA está disponível na íntegra aqui como um documento no formato PDF.

Fonte:Mundo Conectado, RIAA (Recording Industry Association of America)BloombergISTOÉ   

Leia mais em Radio Putzgrila a rádio Rock de Verdade

Qual é o melhor agregador (a) digital para minhas músicas

http://radioputzgrila.com.br/

Tchaina Bass

Tchaina Bass

Atua como baixista das bandas: Capa Preta Rock, Exclusão Social e Ligante Anfetamínico. Fundou o Selo Sub_Discos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

seis − quatro =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.