Punk rockers do Inocentes compensam espera de três décadas em Porto Alegre

Sem ingenuidade, o Inocentes fez sua estreia em Porto Alegre no último 14 de abril, quebrando a rotina modorrenta das segundas-feiras. O quarteto, com mais de 30 anos nas costelas – nada franzinas da lida calejada, desde os primórdios do movimento punk até a passagem por grandes gravadoras –, calou a boca dos que esperavam uma apresentação pragmática, sem energia e saudosista.

Culpados pelo surgimento do punk no Brasil, Inocentes fazem sua estreia em Porto Alegre

Incongruências à parte, o Inocentes é uma das bandas culpadas pelos rumos que o punk brazuca tomou desde o começo dos anos 1980. Afinal, quando toda essa história de ‘movimento’ começou, Clemente e seus companheiros estavam lá, de um jeito ou de outro. Seja para “revolucionar a música popular brasileira, pintar de negro a asa branca, atrasar o trem das onze, pisar sobre as flores de Geraldo Vandré e fazer da Amélia uma mulher qualquer”, como escreveu o vocalista e guitarrista em um manifesto escrito em 1982. Mais de três…