Mr.Elton John e Jaymes Taylor: Fantastic!

Mr.Elton John e Jaymes Taylor em Porto Alegre

O Anfiteatro Beira Rio, em Porto Alegre, infelizmente não lotou, mas com certeza levou um grande público ávido pelo pop e folk para assistir a um espetáculo maduro, seguro e refinado. E assim de norte a sul, quase todas as Avenidas e Ruas que desembocavam no Beira Rio estavam cheias demais. Depois de uma hora e vinte minutos no trânsito e de escolher ir pela Vila Cruzeiro, eu e o colega Rafael Cony, conseguimos chegar ao Estádio para fazer a cobertura desse baita show. E por falar em show, o primeiro a subir no palco foi o Rafael Malenotti, vocalista da banda gaúcha Acústicos e Valvulados, que começou o aquece de abertura para Mr.Jaymes Taylor.


Super simpático, Mr. Jaymes Taylor que vestia camisa azul, paletó chumbo e boina chumbo, subiu ao palco as 19h55 com sua All Star Band( composta por sete músicos e quatro backing vocals), cheio de carisma e empatia falou muito bem em português. Taylor explicou que devido a uma fratura no dedo, não poderia tocar seu violão. “Mas tenho aqui Dean Parks, ele é um mestre do violão. Essa noite ele será eu”, disse o cantor sorrindo.
Além de muito carisma, Taylor demonstrou que sua voz permanece ótima, ao entonar canções como Wandering, com a qual abriu o show e na sequência Today Today Today embalada ainda pela sua harmônica. Essa canção foi lançada recentemente, no ano passado e pertence ao álbum Before this world.
Jaymes falou emocionado sobre a sua vinda ao Brasil pela primeira vez no Rock ‘n’ Rio de 1985, sobre o quanto estava feliz em estar de volta e referenciou artistas brasileiros demonstrando muito apreço por Caetano Veloso, Chico Buarque, Ivan Lins e Milton Nascimento, logo depois cantou Only a Dream in Rio, fazendo o público se divertir. E para fechar com chave de ouro seu repertório, Taylor cantou a mais esperada You Got a Friend despedindo-se depois de 1h30 de show.


Eis que sobe ao palco, Mr. Elton John, mais precisamente às 21h52min. Com terno azul brilhante com a inscrição Fantastic anunciando o que estava por vir. Elton começou “enlouquecendo” a platéia com os clássicos arrebatadores The Bitch is Back, Bennie and the Jets, I Guess That’s Why They Call It the Blues e Daniel. Exuberante e extravagante do alto de seus 70 anos de idade Elton John “matou a pau”, o que se pode ver foi um espetáculo. A voz incrível do cantor somada as notas que saíam de seu piano, ecoaram por todos os cantos do Beira Rio.


Mr.Elton fez uma belíssima homenagem ao amigo George Michael cantando Don’t Let the Sun Go Down on Me, foi um momento de comoção. As canções Candle in the Wind e Crocodile Rock encerraram a sua brilhante e fantástica apresentação.


Estima-se de acordo com os produtores, que 24 mil pessoas compareceram ao evento com objetivo conferir de perto, o legado destes “monstros” do pop e do folk. Pertencentes à mesma geração e agentes ativos e responsáveis influentes do pop e folk sofisticado. Em função disso, pode-se dizer que o evento foi quase para um público familiar, contou com a presença de crianças, jovens, adultos e senhores de 80 anos.

Texto por Carina Gertz

Fotos por Rafael Cony

Compartilhe:

Related posts

Leave a Comment

9 + 12 =