Lee Ranaldo, ex-integrante do Sonic Youth se apresenta em Porto Alegre

Um dos corações do Sonic Youth vem a Porto Alegre pela primeira vez no próximo 6 de maio, para uma única apresentação no novíssimo Teatro Unisinos (Avenida Nilo Peçanha, 1600). O nova-iorquino Lee Ranaldo esteve por quase três décadas ao lado de Kim Gordon, Thurston Moore e Steve Shelley na banda que alargou os limites do rock alicerçada na ética e na energia do punk. Nos últimos anos, tem lançado sozinho e em parcerias discos que conciliam a tradição da canção americana com o experimentalismo que consagrou o cantor, compositor e guitarrista nova-iorquino.

A dobradinha Lee Ranaldo e Thurston Moore foi eleita pela Rolling Stone a maior dupla de guitarras de todos os tempos. Não é para menos: o Sonic Youth cruzou o mar revolto dos EUA dos anos 1980 movido a distorção, ruído, dissonâncias, afinações ásperas — e canções brilhantes e memoráveis que acabariam por formar bases para o rock alternativo da década seguinte. O legado sônico de Ranaldo e seus comparsas ecoa pelas cordas e pedais de várias gerações de bandas, do grunge ao shoegaze. Desde a separação do grupo, em 2011, o músico tem se dedicado quase que exclusivamente a álbuns solo. O mais recente, “Electric Trim”, de 2017, foi aclamado como seu melhor trabalho pós-Sonic Youth por veículos como Pitchfork e NPR, e teve participações da indie folker nova-iorquina Sharon Van Etten, de Nels Cline, guitarrista do Wilco, e do baterista Kid Millions, que toca no projeto noise Oneida, do Brooklyn. O Lee Ranaldo que vem ao Brasil é o mesmo que em tempos passados pedia aos engenheiros de som que mantivessem o volume de sua guitarra sempre no vermelho. Desta vez, vem munido de violões, dos tradicionais pedais de efeito e de instrumentos e acessórios menos usuais como um arco de violino. Ao vivo, Lee acrescenta às canções ainda mais mergulhos e camadas sonoras. O resultado é um espetáculo que tem sido descrito como hipnótico, atmosférico, ora psicodélico. A estrutura única do novo Teatro Unisinos, reconhecido pelo tratamento acústico de altíssimo nível, garante uma experiência ainda mais imersiva. Definitivamente, um show para se ver”.

O show será acústico – voz e violão – confira a musica “Key Hole”

 

Related posts

Leave a Comment

dezesseis − treze =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.