Juvenil Silva lança single do projeto Apoio Marginal com vocalista da Mombojó

Em meio às gravações do seu novo e terceiro disco, o cantor e compositor Juvenil Silva lança mais uma faixa do projeto Apoio Marginal. A canção Reciprocidade conta com a participação/colaboração do músico Felipe S. (Vocalista e guitarrista da Mombojó) e Homero Basílio (Produtor musical na Joinha Records e percussionista da Orquestra Sinfônica do Recife). A faixa já está disponível em seu canal do youtube: http://migre.me/tPkmJ

Apoio Marginal é um projeto colaborativo idealizado por Juvenil Silva: em visitas às casas dos amigos músicos, e munido de novas canções, ele grava apenas voz e violão, enquanto o parceiro de gravação “veste” a música à sua maneira: arranjos e mixagem ficam por conta dos demais músicos. Cada canção é gravada numa visita diferente e dirigida/executada por músicos distintos.

Reciprocidade, composta por Juvenil Silva, é a quarta faixa disponível desse projeto. Canção com pegada de samba rock, fala sobre efemeridades que gira em torno de novos relacionamentos ou pretensões sobre em torno de relações e dúvidas, muitas dúvidas. Na gravação, Juvenil Silva canta e toca violão de nylon, que foi gravado na casa de Homero Basílio, no bairro das Graças, que por sua vez fez a parte de percussão e programações, aproveitando um barulho que o seu gravador de fita de rolo emitiu pra simular uma marcação de surdo. Felipe S, gravou em sua casa e São Paulo Guitarra, Baixo, Recosynth & Casiotone. Além de finalizar a mix da faixa.

A arte que ilustra a música no Youtube chama-se “O homem é estômago de sexo” e é uma abra da artista plástica Pernambucana Joana Liberal. A imagem quase se tornou a capa do seu mais recente disco, Saturno Retrógrado. Em breve e esporadicamente, Juvenil promete ir soltando outras novas parcerias do projeto.

com homero basilio gravando Reciprocidade

Compartilhe:

Related posts

Leave a Comment

vinte − 17 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.