Encontros resgatam a magia e a importância do Ramones

Arte do cartaz criada pelo artista Léo Garbin

Primeiro de quatro encontros promovidos pelo Mondo Cane para celebrar o legado do Ramones ocorrerá na sexta-feira, dia 1º de março, a partir das 20h.

O cenário musical na primeira metade da década de 70 era dominado por virtuosismos, experimentalismos e ideias mirabolantes. O rock progressivo estava em alta. Canções complexas e intermináveis com letras viajandonas eram a bola da vez. Os discos eram repletos de solos, e os shows verdadeiros rituais de exibicionismo dos músicos. Revoltados com a situação, alguns jovens nova-iorquinos se juntaram para formar uma banda que retomasse a malícia e a energia do rock and roll de outrora. Desprovidos de conhecimento musical apurado, fizeram o possível com o que sabiam. Pegando influências do rockabilly dos anos 50, do garage rock e da surf music, resgataram uma sonoridade simples e envolvente. Surgia então o Ramones, banda que se tornou uma das mais emblemáticas do movimento punk. Hoje, sua contribuição para os rumos do rock como o conhecemos é difícil de ser mensurada, seja pela música, pela postura, pela atitude ou pela estética. Inspirados pelo quarteto – inicialmente formado por Joey (voz), Johnny (guitarra), Dee Dee (baixo) e Tommy (bateria) – surgiram um sem número de artistas. Isso sem falar na contribuição do grupo para o aparecimento de inúmeros subgêneros ligados ao punk.

Para celebrar a simplicidade, a magia e o legado do conjunto que eternizou o ‘one, two, three, four’, o Mondo Cane, orgulhosamente, apresenta o projeto Rock’n’Roll High School A ideia é reunir apreciadores da obra do Ramones em quatro encontros. Cada um deles contará com debates, músicas, vídeos, raridades, exposição de material e curiosidades sobre a trajetória da banda. Para o primeiro ato, dia 1º de março, teremos os anos 70: as origens, os integrantes, os discos e eteceteras que definiram a banda como uma das ­grandes referências em punk rock da história. À frente do debate, Paulo Caramês, arquivista, ramonesmaníaco e responsável pelo blog Sequela Coletiva (http://sequelacoletiva.wordpress.com/hey-ho-lets-go-ramones-forever/). As vagas são limitadas e o investimento é de R$ 5,00 por encontro. Hey, ho, let’s go!

Links relacionados:

Mondo Cane: https://www.facebook.com/Omondocane

Page do evento no Facebook:

https://www.facebook.com/events/469197343135137/

Compartilhe:

Related posts

Leave a Comment

um × três =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.