El Efecto (RJ) e La Digna Rabia transformam indignação em festa caliente no Opinião neste sábado

O efeito de um sistema injusto em uma sociedade intolerante é nocivo e variado: vai da acomodação à indignação, passando pela apatia, pela impotência e pelo desejo de dias melhores. E isso se reflete na arte, sendo a música talvez a expressão mais comum para essa miríade de sentimentos. A banda carioca El Efecto sintetiza bem isso no seu som: uma mistura que passeia do rock às sonoridades brasileiras, versando com contundência sobre o pessimismo da razão e o otimismo da luta. O mais recente álbum Memórias do Fogo (2018) não deixa dúvidas do potencial incendiário que o sexteto é capaz de promover naqueles que prestam atenção em sua música. E Porto Alegre tem a chance de dividir momentos inflamados de diversão com o grupo neste sábado (12/5), a partir das 17h30min, no Opinião (José do Patrocínio, 834). Para esquentar os (bons) ânimos ainda mais, os locais do Conjunto Musical La Digna Rabia apresentam seu repertório caliente antes da atração principal.

 

Assista ao elogiado clipe de ‘O Drama da Manada’ aqui!

 

||| Serviço |||


El Efecto ~ Lançamento do álbum Memórias do Fogo
Quando: Sábado, 12/05/2018
Local: Opinião – Rua José do Patrocínio, 834 – Bairro Cidade Baixa – Porto Alegre/RS
Banda convidada: La Digna Rabia
Abertura da casa: 17h30
Início dos shows: 18h30
Ingressos online: https://goo.gl/6bS7Ak

Valores:

Lote 1 [ESGOTADO]
Promocional (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 25
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 20
Inteira: R$ 40
Lote 2:
Promocional (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 30
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 25
Inteira: R$ 50
Na hora:
Promocional (valor reduzido, com a doação de 1kg de alimento não perecível, disponível para qualquer pessoa): R$ 35
Estudantes e idosos (desconto de 50%): R$ 30
Inteira: R$ 60

* Os alimentos deverão ser entregues no Opinião, no momento da entrada ao evento.

** Para o benefício da meia-entrada (50% de desconto), é necessária a apresentação da Carteira de Identificação Estudantil (CIE) na entrada do espetáculo. Os documentos aceitos como válidos estão determinados na Lei Federal 12.933/13.

Pontos de venda:

Bilheteria oficial (sem taxa de conveniência – somente em dinheiro):

Youcom Bourbon Wallig

 

Demais pontos de venda (sujeito à cobrança de R$ 5 de taxa de conveniência – somente em dinheiro):

Youcom: Shopping Praia de Belas, Iguatemi, Bourbon Ipiranga, Barra Shopping Sul, Shopping Total, Bourbon São Leopoldo, Bourbon Novo Hamburgo, Park Shopping Canoas e Canoas Shopping

Multisom: Andradas 1001 (Centro de Porto Alegre)

 

Informações:

www.facebook.com/opiniao.produtora

www.twitter.com/opiniao

(51) 3211-2838

EL EFECTO

Um dos principais nomes da cena independente carioca dos anos 2000, El Efecto celebra 16 anos de trajetória independente lançando seu quinto álbum de estúdio: Memórias do Fogo (2018). O trabalho evidencia o aprofundamento do projeto da banda, e apresenta mais um caldeirão de ritmos onde se misturam a pesquisa musical e o engajamento político.

Formada em 2002, na cidade do Rio da Janeiro, El Efecto tem o ecletismo como marca do seu som. As composições são mergulhos nas mais distintas tradições e gêneros musicais, revisitados a partir de uma perspectiva contemporânea.

De maneira geral, a estética da banda é a do rock. Mas a utilização de instrumentos como cavaquinho, violão, viola caipira, trompete, clarinete, flautas e percussão sintetiza a tentativa de fugir dos rótulos e caminhos pré-determinados. O resultado disso é uma unidade onde se conjugam o lirismo e a contundência, uma mescla de climas onde se destaca a forte presença da música brasileira e latinoamericana.

As letras propõem interpretações críticas das atitudes individuais e coletivas, movimentando-se entre a angústia e a esperança, o pessimismo da razão e o otimismo da luta. Não se trata de pensar a arte como um escape para as frustrações de uma vida resignada, mas sim de tomá-la como um estímulo, um ponto de partida para questionamentos e — por que não? — transformações concretas.

Essa característica se faz presente em “O encontro de Lampião com Eike Batista”, faixa de tons épicos, inspirada na literatura de cordel, que viralizou nas redes sociais em 2012, trazendo projeção nacional para a discografia da banda. Em junho de 2013, El Efecto foi indicado como Melhor Grupo de Rock no Prêmio da Música Brasileira. “Pedras e Sonhos”, álbum da faixa viral, foi considerado um dos três melhores discos do gênero.

Desde então, a banda vem expandindo seu público em apresentações por todo o país e algumas incursões internacionais no Equador, Argentina, Portugal e Espanha. Após um hiato de um ano, dedicado à produção e gravação do novo álbum, El Efecto lança Memórias do Fogo. Para esse novo ciclo, a banda se amplia, fixando-se no formato de sexteto. O disco é um painel poético que evoca expressões coletivas da cultura e da resistência. Cada canção se pretende uma chama, um chamado às Memórias do Fogo.

Todas as músicas do El Efecto estão disponibilizadas na internet e podem ser baixadas de forma gratuita, fato que corrobora com o objetivo de ampliar ao máximo a difusão do trabalho, para que a mensagem, ideias e os ideais circulem e o debate continue.

 

CONJUNTO MUSICAL LA DIGNA RABIA

 

Alguns gêneros musicais têm a capacidade de serem altamente “democráticos”: não exigem maiores conhecimentos de sua história, seus sucessos, seus ídolos … ao soar dos primeiros acordes, no momento em que a percussão começa a ditar o ritmo, o apelo é praticamente irresistível, e os corpos se entregam livremente a acompanhar …

A América Latina é uma região farta desses gêneros “democráticos”. Da Jamaica, temos o ska, que com sua batida inconfundível transforma pequenos espaços em grandes salões de baile. Da Colômbia, temos a Cumbia, que ao soar do guiro hipnotiza corpos e mentes, como num mantra sensual.

A La Digna Rabia foi beber nessas (e em outras) águas para construir a sonoridade que marca o seu Baile Calavera. Um encontro entre a cumbia e o ska, permeados por doses de reggae, hardcore, dub ou marchinhas, cujo resultado é uma mestiçagem sonora com capacidade de arrastar para o meio do salão mesmo quem trava seu primeiro contato com a banda. As letras, de teor libertário e que versam sobre guerras e amores, são o catalisador dessa mistura explosiva.

Formada em 2010, e com dois EPs na trajetória, a La Digna Rabia lançou, em abril de 2016, seu primeiro CD, batizado singelamente de Conjunto Musical La Digna Rabia y el Increíble Baile Calavera. A escalação atual da banda, com dez integrantes — incluindo naipe com quatro metais — recorda os conjuntos musicais de baile, mas a vibração impressa pelos seus integrantes na execução dos temas, remete à mais pura energia do punk rock.

A La Digna Rabia e seu Baile Calavera prometem chacoalhar os esqueletos até o soar do último acorde, pois, “si no puedo bailar, no es mi revolución !!!”.

 

Por Homero Pivotto Jr.

Compartilhe:

Related posts

Leave a Comment

oito + um =

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.