Deep Purple mostra que ainda tem ‘bala na agulha’ em Porto Alegre

Deep Purple mostra que ainda tem ‘bala na agulha’ em Porto Alegre

deep-purple-2014-logo-putz620
Com o Araújo Vianna lotado, na noite de sábado, a banda Deep Purple subiu ao palco e mostrou que após mais de 40 anos de carreira ainda consegue apresentar um rock’n’roll de altíssimo nível. O termômetro foi o próprio público, que levantou desde a primeira música, a clássica “Highway Star”, e não sentou mais até o último acorde do show.

Apresentando a turnê ‘South American Tour 2014’, que divulga o 19º álbum de estúdio da banda, ‘Now What?’, o público gaúcho pode conhecer de perto algumas das faixas do novo disco, como “Uncommon Man” e “Vincent Price”, e, claro, curtir clássicos imortais do Purple.

Os mais rançosos fãs da banda, que ainda poderiam considerar que sem Jon Lord, falecido em 2012, e o lendário guitarrista Ritchie Blackmore, desafeto do vocalista Ian Gillan, o Purple não é mais o mesmo, possivelmente devem ter repensado a opinião já na segunda música do show, outra clássica, “Into the Fire”, que apresentou performances impecáveis dos substitutos Don Airey e Steve Morse.

steve-morse620

Evidentemente a voz de Gillan não é mais a mesma, mas ele segurou firme as quase duas horas de show, e ainda encontrou fôlego pra um duelo de voz e guitarra, com Morse, no final de “Strange Kind of Woman”, um dos pontos altos da apresentação.

Em noite iluminada, Morse mosrou todo seu feeling e virtuose em “Contact Lost”, e “The Mule” apresentou um dos momentos mais fantásticos do show, em que Ian Paice executou um solo de bateria, no escuro, com baquetas luminosas.

Se a primeira metade do show já estava boa, os momentos seguintes tornariam a apresentação do Purple memorável. A começar pelo solo de Don Airey, que incorporou no tema o hino do Rio Grande do Sul, levando o auditório ao delírio. A empolgação aumentou, porque a música que se seguiu foi “Perfect Strangers”, em execução impecável.

deep-purple-2014-2-620

Ainda havia espaço para um solo de Roger Glover, um dos mais carismáticos na noite, e a sequência arrebatadora de “Space Truckin’”, “Smoke On the Water”, “Hush” e “Black Night”, que encerrou a apresentação. Baita show!

Manoel Canepa

Um comentário em “Deep Purple mostra que ainda tem ‘bala na agulha’ em Porto Alegre

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 + dezesseis =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.