BOTA PRA FUDÊ!

Eu nasci em 1984. 1984 é o ano em que o Camisa de Vênus fez seu primeiro show em Porto Alegre. Foi no Araújo Vianna e, espero que o show de 2015 tenha sido pelo menos 10% parecido com o show daquele ano. Se não o foi, espero então que tenha ao menos se equiparado, porque pra mim, esse show de 2015 foi ducaraleo!

DSC_6551

Pra começar, não foi nada daquilo que eu esperava. Quando ouço falar do Camisa e de seus shows, imagino lugares completamente abarrotados, pequenos e fétidos. O Araujo não é assim, porém, assim o foi transformado. Vivemos uma noite épica! Jovens de todas as idades dançando e gritando:

BOTA PRA FUDÊ! BOTA PRA FUDÊ! BOTA PRA FUDÊ! BOTA PRA FUDÊ!

DSC_6542

Camisa de Vênus não é bandinha de quem curte um roquezinho assim sem machucar ninguém. Camisa é visceral. Marcelo nova é um grande front man, sabe cativar o publico e usar sua voz como ninguém. Seus tiques nervosos são um charme a parte. Robério é um monstro no baixo. A energia criada pela união dos dois é única. No palco desfilaram hits como Deus, me dê grana, Gothan City, Simca Chambord, Eu não matei Joana D’Arc, O Adventista e Silvia. Todos lindamente entoados pelos velhos e novos fãs do Camisa. Os guitarristas Drake Nova (filho de Marcelo e tão estiloso quanto o pai) e Leandro Dalle  e o baterista Celio Glouster certamenmte entraram no ritmo da banda, acompanhando perfeitamente o duo da formação original.

DSC_6513
Essa galera que fica mais preocupada em filmar e fotografar do que em ver o show… Tsc, Tsc, Tsc…

O show do Camisa não foi só um show, foi um acontecimento. Em 1984 o país vivia os últimos respiros da Ditadura Militar e a banda era uma das vozes de libertação da época, lotou o Araújo Vianna e fez um show histórico. Em 2015 não vivemos mais uma Ditadura Militar, porém as letras de suas músicas continuam sendo hinos, constinuam fazendo sentido. Camisa de Vênus, é com certeza uma das maiores bandas do rock nacional, só perde pro Raul, mas acho que eles não se importam muito com isso.

Fotos e texto por Ana Beise

Compartilhe:

Related posts

4 Thoughts to “BOTA PRA FUDÊ!”

  1. Alvaro S.

    Tenho 50. Fui neste. E no de 1984 com 19. Camisa de Venus : Long Live Rock ‘n’ Roll !

  2. Marcus Varella

    E fui nesse show do Araújo! o/
    Fomos eu e o Edu K. Foi o primeiro show que fui, já que no ano anterior não pude assistir o Van Halen, no Gigantinho.

  3. ronaldo

    Foi um baita show, rock de primeira, de arrepiar,foi meu segundo show que assisti do camisa, e este para mim foi melhor, nota 10, fico feliz em saber que o rock nunca vai morrer, viva o rock

  4. Fernando souza

    Eu nasci em 1973. E tive a sorte de ver o show do Camisa de Vênus no auditório Araújo Vianna em Porto Alegre em 1984. Sim, do alto dos meus 11 anos de idade eu vi aquele show acompanhado de meus irmãos mais velhos que eram fãs do bom e velho rock. E foi graças aos meus irmãos que eu comecei a curtir rock muito, mas muito cedo, bem dizer quando eu era uma criança. Via meus irmãos escutando discos de vinil do Led Zeppelin, Deep Purple, Black Sabbath, Uriah Heep, Jimi Hendrix, Cactus, Humble Pie, Mountain, Yes, Pink Floyd, Genesis, Gentle Giant, Greatful Dead, Rush, Jethro Tull, Jefferson Airplane, Rolling Stones e por aí vai. Aos 10 anos de idade eu já ouvia no FM a agora finada e saudosa Ipanema 94.9 que em 1983 fazia sua estréia nas ondas do rádio FM! Saudade daquele tempo. Um tempo em que o rock era difundido como sinônimo de cultura e inteligência. Um tempo em que as rádios da “moda” ainda estavam engatinhando e começando a ocupar o seu espaço através da “imbecilização cultural” que é farta nos dias atuais. Ainda bem que temos na internet a Rádio Putzgrila e mais algumas similares para nos salvar da mesmice e chinelagem que imperam hoje em dia nas rádios FM, isso sem falar nos “programinhas de humor” que são “moda”, em especial o de uma determinada rádio FM de Porto Alegre onde “senhores” fazem piadas idiotas, sem graça e ficam pagando de guris.

Leave a Comment

5 + dezesseis =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.