Bienal do Mercosul: “De onde viemos? O que somos? Para onde vamos?” A cultura responde

Bienal do Mercosul realiza Colóquio com palestrantes internacionais “O Triângulo do Atlântico e as artes visuais”

A Bienal do Mercosul promove mais uma excelente oportunidade para aprofundar a discussão sobre os desdobramentos culturais e artísticos do nosso “Triângulo do Atlântico”! O Encontro internacional de alto nível acadêmico acontece dias 16,17 e 18 deste mês e é coordenado pela professora de história da Arte da PUCRS, Maria Lúcia Kern.

Depois do grande sucesso do seminário realizado na UFRGS, em agosto, agora é a vez da PUCRS ser parceira das Atividades Culturais Permanentes da 11ª Bienal do Mercosul. A programação conta com Ana Lúcia Araújo, da University Howard (Washington); Dominique Berthet, da Université des Antilles – Martinique, Guadaloupe; Roberto Conduru, da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ); Regina Müller, da UNICAMP (Campinas); Fernando Cury de Tacca, da UNICAMP e Marçal Paredes, da PUCRS.

A conferência tem como objetivo analisar as práticas artísticas contemporâneas e os intercâmbios culturais entre África, Europa e Américas, considerando o Atlântico como espaço de circulação de escravos, de sua comercialização e de estratégias geopolíticas. No cronograma estão debates sobre preconceitos e os conflitos enfrentados pelos afrodescendentes e indígenas, sobretudo no Brasil, onde as políticas de inclusão social são limitadas. As artes visuais se constituem como suportes de reflexão e expressão dos problemas vivenciados na atualidade diante da ausência de tolerância às diferenças étnicas e culturais. O evento busca debater a questão: “De onde viemos? O que somos? Para onde vamos?” (frase do pintor francês Paul Gauguin).

Durante três dias os participantes contarão com uma vasta programação, como exibição de filme, debates e palestras sobre: O novo atlântico negro: história e memória do comércio de escravizados nas obras de Laura Facey, William Adjeté Wilson e Romuald Hazoumé; Fluxos da arte em marés da modernidade entre África, Brasil e além; Lugares de memória na arte contemporânea das Antilhas francesas; Moçambique em tela: arte e política em Malangatana Valente; o índio brasileiro através da fotografia; As Artes Indígenas e a Arte Contemporânea.

O evento é uma promoção da 11ª Bienal do Mercosul e da Pró-Reitoria Comunitária da PUCRS. As inscrições podem ser feitas no site da Pró-Reitoria ou 30 minutos antes do início da atividade. Os certificados de participação serão fornecidos a partir de março de 2018 pela EDUCON, no prédio 40 da PUCRS. A entrada é franca, não perca!

Encontro internacional da Bienal: “O Triângulo do Atlântico e as artes visuais”
Dias: 16,17 e 18 de outubro
Horário: 19h
Local: Auditório do Prédio 5 da PUCRS.
ENTRADA FRANCA

 

Por Otto Herok Netto

Compartilhe:

Related posts

Leave a Comment

nove + 15 =