Beach Combers toca canções próprias e versões de artistas consagrados em novo álbum ao vivo

Em 2018 o Beach Combers lançou o álbum “Beach Attack” pela Deck. Em maio do mesmo ano, o grupo se apresentou no festival “Concertos Urbanos” no Rio de Janeiro – uma parceria da Deck, Orquestra Petrobrás Sinfônica e cerveja Jeffrey. Em meio a diversos shows, a performance da banda carioca se destacou e gerou um álbum ao vivo, que já está disponível nas plataformas digitais.

O lançamento contém onze faixas, incluindo sete canções da própria banda — como “Rei da Praia” (Bernar Gomma) e “Tá Tudo Bem” (Bernar Gomma) — e versões de grupos apreciados pelos integrantes, como o The Who, que foi homenageado com a versão de “Substitute” (Pete Towshend). A relação entre as bandas começou quando o baterista do The Who e filho de Ringo Starr, Zak Starkey, participou inesperadamente de um show do trio carioca na praia de Ipanema. Presenteado com uma jaqueta da banda, Starkey ainda fez questão de utilizá-la durante a turnê mundial de 2017 do grupo inglês. Além disso, o lançamento contém versões do clássico do folclore judaico “Hava Nagila” (Abraham Zevi Idelsohn) e de hits roqueiros como “The Shape Of Things To Come” (Berry Mann/Cynthia Weil) e “Land Of 1000 Dances” (Chris Kenner).

“Esse álbum é uma coisa que a gente sempre quis fazer, até por amarmos ouvir discos ao vivo. Gostamos desde clássicos como “Live At Leeds”, do The Who, até de bootlegs raros de bandas que curtimos”, comentou o baterista Lucas Leão. De acordo com o baixista Paulo Emmery, “se trata de um disco que comemora a sonoridade que a banda adquiriu, e que se torna algo mais visceral quando executada ao vivo. Há um pouco de tudo ali dentro: tanto as nossas músicas que são baladas e surf rock quanto as coisas mais pesadas.”

Formado no início de 2009, no Rio de Janeiro, o Beach Combers é composto por Bernar Gomma (guitarra), Paulo Emmery (baixo) e Lucas Leão (bateria). A banda explora trilhas instrumentais e mescla o som das icônicas guitarras da surf music à lisergia do rock sessentista. De acordo com os integrantes, a intenção do trio é “imprimir uma pegada própria e identidade estética e sonora única, destacando-se na criação de novos temas”.

Compartilhe:

Related posts

Leave a Comment

dezenove − seis =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.