Apocalyptica traduz Metallica como em óleo sobre tela

por Sabrina Kwaszko – a locutora mais antiga NO AR após o fundador

Fotos Rafael Cony

Os filandeses da banda de rock orquestral Apocalyptica se apresentaram no Bar Opinião, em Porto Alegre, nesta terça (21/11) com a casa cheia. Subiram ao palco Eicca Toppinen, Perttu Kivilaakso, Paavo Lötjönen, Antero Manninen e Mikko Sirén, apresentando-se pela primeira vez em nossa cidade.

A banda possui 6 álbuns de estúdio e este show foi para comemorar especificamente os 20 anos do lançamento do álbum de estréia do grupo, ‘Plays Metallica By Four Cellos’ lançado em 1996.

O show é dividido em duas partes sendo a primeira totalmente acústica e a segunda com a participação do baterista Mikko.

Enter Sandman, Master of Puppets, Harvester of Sorrow, The Unforgiven, Sad but True, Creeping Death, Wherever I May Roam, Welcome Home (Sanitarium),  Fade to Black For,Whom the Bell Tolls, Fight Fire With Fire, Until It Sleeps, Orion, Escape, Battery, Seek & Destroy, Nothing Else Matters e One.

O metal e os instrumentos de câmara sempre tiveram uma grande afinidade na história da música, esse namoro musical começou pelos anos 90, década do nascimento da banda. O músico Perttu contou que a ideia inicial seria fazer AC/DC para 2 cellos, porém, na sequência veio a ideia de tocar Metallica com 4 cellos. Desde então a banda gravou mais álbuns, realizou incontáveis feats e esta aí fazendo sucesso até hoje pelo mundo afora. A banda consegue levar as músicas do Metallica do ponto mais suave e delicado até toda a firmeza que o heavy metal pode ter; e os cellos não ficam devendo em nada quando se trata de ‘peso’. Com essa formação, certamente as músicas ganham outra face e não encontro outra forma de aproximar se não comparando-as a uma pintura: é como se alguém ouvisse as músicas e resolvesse pintá-las com tinta óleo sobre tela.

Um show especial e marcante com certeza, que a Apocalyptica continue por muitos anos levando a boa música pelo mundo.

Compartilhe:

Related posts

Leave a Comment

13 − nove =