A banda Rinoceronte disponibiliza o primeiro single d’O Instinto

banda rinoceronte
banda rinoceronte
Tá na rede o primeiro single d’O Instinto da Banda Rinoceronte com a seguinte declaração da banda:

Pessoal, hoje estamos disponibilizando para audição via streaming a canção “Quanto mais vive”, primeiro single d’O Instinto, nosso segundo álbum a ser lançado física e virtualmente em maio desse ano. Pra gente é um baita momento, principalmente pelo desafio que constitui chegar ao segundo disco depois da boa receptividade do primeiro.A escolha de “Quanto mais vive” como música que antecipa o novo trabalho se justifica pelo fato de ser uma canção que mantém as características essenciais da Rinoceronte – peso, fluidez, letras em português e cuidado melódico – ao mesmo tempo em que sinaliza e reforça novos elementos na sonoridade da banda. Apesar da formação continuar sendo a de um trio, a adição de instrumentos como bandolin, percussão e teclados imprime uma dinâmica diversa ao arranjo, intensificando as nuances e explorando melhor as tendências psicodélicas da Rino.“Quanto mais vive” foi uma das últimas composições da banda a ficar pronta, e expressa a mescla de rigor e intuição que é a base do novo álbum. Esperamos que vocês apreciem a canção, que tematiza o tempo de uma forma relativa e com a coragem que a vida nos exige.

“Quanto mais vive” está disponível para audição aqui: http://www.rinoceronterock.com/

Ficha técnica:

Paulo Noronha: vocais, guitarras, bandolin e violão

Vinícius Brum: baixo, vocais, clavinete e efeitos de Moog

Luiz Henrique Alemão: bateria e percussão

Gravado em janeiro de 2013 no estúdio RockLab, de Goiânia, com produção de Gustavo Vasquez.

Compartilhe:

Related posts

One Thought to “A banda Rinoceronte disponibiliza o primeiro single d’O Instinto”

  1. matheus alemao

    muito bom o som, muito boa a banda, sou suspeito pra falar, mas ta uma “paulada”.
    abraçao

Leave a Comment

três × 5 =

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.