1º Poesia na Praça em Porto Alegre

Na última sexta deste ano, dia 29 de dezembro, os grupos de poetas e escritores Gente de Palavra, Sarau Selvagem, Siriricas Poetisas, Cidade Poema, Mulherio das Letras, Café Poético e A Boa Prosa irão invadir a Praça Otávio Rocha, no Centro de Porto Alegre, para realizar o derradeiro sarau de rua do ano na cidade.

Vai ter varal de poesia, livros, camisetas, badulaques poéticos e o microfone é aberto ao público, ou seja, leve seus textos e poemas e vá ouvir, dizer e viver poesia na praça! A função é de graça, começa às 18h e não tem hora para acabar (a não ser que a vizinhança comece a reclamar). A Praça Otávio Rocha se localiza no encontro da avenida Otávio Rocha com a Rua Senhor dos Passos, em frente ao Hotel Continental Business.

Sobre os grupos:

Gente de Palavra: Gente de Palavra são pessoas que se definem através do trabalho com a palavra, da busca pela perfeita expressão.

Sarau Selvagem: Uma breve palavra para falar sobre x nossx queridx, socialista e revolucionárix Sarau Selvagem.
X Sarau Selvagem foi criado pelx visionárix, x nossx gênix e amigx de tragos e poetaria pela cidade de Porto Alegre, x grande Pedro Strack. Alguns poucos sabem da nossa origem, em bares afastados, com somente parentes que amamos para apoiar a iniciativa de criar um sarau além do normal, do comercial, do publicitário e básico de todos os dias, tardes e noites do cotidiano nacional. O Sarau Selvagem foi, é e sempre será aberto, de participação livre, em nome da arte e da expressão dos indivíduos que compõe nossa célula mãe, nossa sociedade, nossa vida.

Cidade Poema: A poesia vai à escola, ao cinema e ao shopping. Frequenta restaurantes e laboratórios, se exibe em outdoors, elevadores e bolachas de chope. Sai às ruas.

Mulherio das Letras: Movimento entre mulheres ligadas à literatura.

Café Poético: O Café Poético é uma convergência cultural onde áreas distintas reúnem em prol de um único objetivo: Ser poesia da própria existência.

A Boa Prosa: Livraria virtual que distribui autores da novíssima geração da literatura brasileira.

 

 

 

 

 

Compartilhe:

Related posts

Leave a Comment

13 − onze =

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.